Bem Vindo!

 

BASÍLICA DE LOURDES
 
 
COPA DO MUNDO

 -Para quem participa da Copa ou mesmo se não lhe aprazem os jogos esportivos, é bom recordar as palavras de São Paulo. Assim fala o Apóstolo (1Cor 9, 24-27): “Não sabeis que aqueles que correm no estádio, correm todos mas um só ganha o prêmio? Correi, portanto, de maneira a consegui-lo. Os atletas se abstêm, de tudo; eles, para ganhar uma coroa perecível; nós, porém, para ganhar uma coroa imperecível”.

O Concílio Vaticano II (Gaudium et Spes,61) marca o apoio da Igreja aos esportes: “Contribuem para manter o equilíbrio psíquico, mesmo na comunidade, e para estabelecer relações fraternas entre os homens de todas as condições, nações ou de raças diferentes”.

Nestas semanas, países inteiros receberam exemplos válidos de comportamento e atitudes corretas. Povos distantes, de costumes diversos, se confraternizavam em torno de algo nobre, qual seja o espírito esportivo, que se baseia na obediência a regras, na convivência digna e no respeito mútuo. Passado o calor das disputas, adversários momentos atrás se confraternizam através dos abraços e trocas de camisa. O amor à pátria, simbolizado no respeito por ocasião dos hinos (a capela) dos países envolvidos na competição, e a lealdade na busca de vitória são lições eloquentes  de como os homens devem conviver.

Em um ambiente de manifestações e conturbado por tantas violências, em meio a preocupações, sofrimentos e angústias aqui a alhures, a expectativa de alcançar a vitória desejada, a participação coletiva nos eventos, a alegria quando se vence, inclusive o enfrentamento das desilusões, em caso de derrota, são uma válida contribuição ao equilíbrio psíquico, pessoal e social.

Fala que eu te escuto

-Iniciamos a primeira oficina sobre como conviver com a depressão. Com uma metodologia nova, voltada para a escuta, nossas oficinas não são uma terapia de grupo, mas um grupo de pessoas vivendo a terapia da escuta e da fala. Os primeiros encontros produziram muitos frutos. A oficina continua no segundo semestre. A próxima oficina (no início de agosto), será sobre pessoas diagnosticadas com câncer (curadas e em tratamento). No mês de julho vamos anunciar o dia e horário. Aguardem!

Missa com a Família

-O convite está feito para todas as famílias que participam da paróquia. Um momento especial de oração com e pela família. O próximo encontro será no dia 30 de junho às 19h30

Festa Junina

Agradeço a participação de todos os grupos, movimentos, pastorais e de toda a comunidade na nossa festa junina. Foi um momento de grande confraternização na vida paroquial. Desde já, fica aqui meu agradecimento

 Pe. Welington


 
 


 


 

Palavra do dia!

Sexta-feira, 16ª Semana do Tempo Comum

25 de Julho de 2014

Cor Litúrgica: Vermelho
São Tiago (Maior) Apóstolo / Festa

 

 

1ª leitura.: 2Cor 4,7-15

Salmo: 125(126)

Evangelho: Mt 20,20-28

20Naquele tempo, a mãe dos filhos de Zebedeu aproximou-se de Jesus com seus filhos e ajoelhou-se com a intenção de fazer um pedido.21Jesus perguntou: “O que tu queres?” Ela respondeu: “Manda que estes meus dois filhos se sentem, no teu Reino, um à tua direita e outro à tua esquerda”.

22Jesus, então, respondeu-lhes: “Não sabeis o que estais pedindo. Por acaso podeis beber o cálice que eu vou beber?” Eles responderam: “Podemos”.23Então Jesus lhes disse: “De fato, vós bebereis do meu cálice, mas não depende de mim conceder o lugar à minha direita ou à minha esquerda. Meu Pai é quem dará esses lugares àqueles para os quais ele os preparou”.

24Quando os outros dez discípulos ouviram isso, ficaram irritados contra os dois irmãos. 25Jesus, porém, chamou-os e disse: “Vós sabeis que os chefes das nações têm poder sobre elas e os grandes as oprimem. 26Entre vós não deverá ser assim. Quem quiser tornar-se grande, torne-se vosso servidor;27quem quiser ser o primeiro, seja vosso servo. 28Pois, o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida como resgate em favor de muitos”.

 Palavra da Salvação

 

Ver mensagens anteriores